19 de Julho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 03 de Outubro de 2022, 10:49 - A | A

REELEIÇÃO DE WELLINGTON

“Fizemos campanha limpa; marketing do ataque não funciona”

Primeiro-suplente de Wellington Fagundes creditou vitória da chapa à campanha “sem ataques”

CÍNTIA BORGES - Midia News

Mauro Carvalho Welinthon e suplente

 

O primeiro-suplente de senador eleito Mauro Carvalho (União Brasil) creditou a vitória da sua chapa, encabeçada pelo senador reeleito Wellington Fagundes (PL), a uma campanha “limpa”, “propositiva” e sem ataques.

 A chapa foi eleita com 63,5% dos votos válidos dos eleitores de Mato Grosso neste domingo (2). 

 Segundo Carvalho, tanto a sua chapa, quanto a do governador Mauro Mendes (União Brasil) tiveram opositores que usaram uma tática antiquada para tentar ganhar as eleições: “o ataque” e o que ele chama de “fake news”.

 “Foi uma campanha equilibrada, de propostas, sem ataques. Fizemos uma campanha propositiva tanto para governador Mauro Mendes, quanto para Wellington Fagundes. Se você observar os programas eleitorais, as inserções são parecidas um com o outro, e é isso que quisemos mostrar”, disse.

Diferente dos adversários que vieram com um marketing que não se usa mais”, completou. 

Segundo Carvalho, depois do advento do celular e da internet os eleitores querem campanhas propositivas.  

 “Depois da invenção do celular as pessoas estão antenadas. É um marketing da acusação, da fake news, do ataque, não funciona mais. E as urnas estão dando esse recado para todos os políticos do Estado de Mato Grosso”, disse. 

 A chapa assume a nova legislatura no dia 1º de fevereiro no Senado Federal, em Brasília.



Comente esta notícia