15 de Julho de 2024

AGROECONOMIA Quarta-feira, 29 de Março de 2023, 14:19 - A | A

ÂncoraFord anuncia o Projeto T3, picape elétrica de segunda geração que será produzida em nova megafábrica

Assessoria imprensa Ford

nova fabrica da ford

 

A nova picape será feita na Blue Oval City, complexo que está em construção no Tennessee, nos EUA – veja o vídeo

· O projeto une a experiência de 100 anos da Ford em picapes com o que há de melhor em veículos elétricos, software e aerodinâmica

· O conjunto industrial gigantesco vai reunir a produção de veículos, baterias e polo de fornecedores com carbono zero

· O seu processo de fabricação revolucionário inaugura uma nova era na indústria, o equivalente moderno do que foi a fábrica Rouge de Henry Ford 

A Ford anunciou o lançamento de uma picape elétrica totalmente nova em 2025, de segunda geração, ainda conhecida apenas como Projeto T3. Ela será produzida na megafábrica de veículos e baterias BlueOval City, em construção no Tennessee, nos EUA, com capacidade para 500.000 unidades/ano – veja o vídeo. A Ford e a parceira SK On estão investindo US$ 5,6 bilhões no projeto, que é considerado o início de uma nova era na indústria 

“A BlueOval City é um modelo para o futuro elétrico da Ford em todo o mundo”, disse Bill Ford, presidente do Conselho da Ford. “Vamos produzir veículos elétricos revolucionários em uma planta avançada que trabalha em harmonia com o planeta, combinando crescimento e inovação nos negócios com progresso ambiental.”

 A BlueOval City foi projetada para ser o primeiro complexo de produção de veículos e baterias com carbono neutro da Ford. A meta da empresa é ter todas as suas fábricas no mundo abastecidas com eletricidade renovável e livre de carbono até 2035.

 “O Projeto T3 é uma oportunidade única de revolucionar as picapes na América. Estamos unindo a experiência de 100 anos da Ford em picapes com o que há de melhor em veículos elétricos, software e aerodinâmica. É uma plataforma ilimitada em termos de capacidade e inovação”, diz Jim Farley, presidente e CEO da Ford.

 “O seu processo de fabricação será igualmente inovador, com simplicidade radical, custo eficiente e tecnologias que farão da BlueOval City o equivalente moderno da fábrica Rouge de Henry Ford. Uma fábrica do futuro que pessoas de todo o mundo vão querer visitar.”

 A BlueOval City faz parte do plano da Ford de aumentar a produção de veículos elétricos para 2 milhões de unidades/ano em todo o mundo até o final de 2026 e torná-los mais acessíveis para os clientes. 

Nova era na indústria

Com a F-150 Lightning, a Ford mudou as expectativas das pessoas sobre a capacidade, o prazer de dirigir e a produtividade das picapes elétricas. O Projeto T3 tem como meta reinventar e expandir ainda mais a franquia de picapes da marca.

 A Ford está desenvolvendo sua picape elétrica de segunda geração junto com a nova fábrica, o que traz um padrão inédito de eficiência – com uma área de montagem 30% menor que as plantas tradicionais e maior capacidade de produção. 

Ao mesmo tempo, a marca conseguiu reduzir a complexidade do trabalho dos times do Projeto T3, comparado aos programas anteriores, para entregar o desempenho e inovação que os clientes esperam das suas picapes. 

Projeto T3 é uma abreviação de “Trust The Truck” (“Confie na Picape”) – grito de guerra do time de desenvolvimento que acabou sendo adotado como nome. A linha mestra da equipe foi criar uma picape em que as pessoas pudessem confiar na era digital – totalmente atualizável, em constante aprimoramento e capaz de rebocar, transportar e fornecer energia, com infinitas inovações desejadas pelos clientes. 

A fábrica será abastecida com eletricidade livre de carbono desde a inauguração. Pela primeira vez em 120 anos, a Ford também vai usar energia recuperada das instalações e do sistema geotérmico para aquecer a fábrica sem geração de carbono – economizando cerca de 8,5 milhões de metros cúbicos de gás natural por ano. 

O novo sistema de utilidades do complexo vai economizar cerca de 190 milhões de litros de água por ano reduzindo a evaporação das torres de resfriamento. Além de gerar zero resíduo para aterro sanitário, ele não usará água potável nos processos e haverá um sistema de captação de águas pluviais.

 O complexo de 3.600 acres inclui uma fábrica de baterias BlueOval SK totalmente integrada. Ela vai produzir células e baterias que serão entregues diretamente na linha de montagem, em menos de 30 minutos. 

A BlueOval City terá também um parque de fornecedores e um centro de modificação capaz de instalar acessórios muito usados nas picapes Ford – como revestimento de caçamba do tipo spray-in aplicado por robôs e caixas de ferramentas – antes da entrega para as revendas e clientes.

 Sobre a Ford Motor Company

A Ford Motor Company é uma companhia global sediada em Dearborn, Michigan, que está comprometida em ajudar a construir um mundo melhor, onde cada pessoa seja livre para se mover e buscar os seus sonhos. O plano Ford+ da empresa para o crescimento e criação de valor combina suas forças existentes, novas capacidades e o relacionamento sempre ativo com os clientes para enriquecer suas experiências e aprofundar sua lealdade. A empresa desenvolve e fornece picapes, utilitários esportivos, vans e veículos comerciais inovadores da Ford e veículos de luxo da Lincoln, além de serviços conectados. A empresa faz isso por meio de três segmentos de negócios centrados no cliente: Ford Blue, projetando veículos icônicos a gasolina e híbridos; Ford Model e, inventando veículos elétricos inovadores junto com software integrado para trazer experiências digitais excepcionais para todos os clientes; e Ford Pro, ajudando clientes comerciais a transformar e expandir seus negócios com veículos e serviços adaptados às suas necessidades. Além disso, a Ford está buscando soluções de mobilidade por meio do Ford Next e fornece serviços financeiros por meio da Ford Motor Credit Company. A Ford emprega cerca de 173.000 pessoas em todo o mundo. Para mais informações sobre a empresa e seus produtos no Brasil, visite o site https://media.ford.com/content/fordmedia/fsa/br/pt.html.



Comente esta notícia