20 de Julho de 2024

CULTURA Domingo, 17 de Setembro de 2023, 08:05 - A | A

AML terá nova diretoria

Poeta Luciene Carvalho é eleita presidente da Academia Mato-grossense de Letras

Eleição da diretoria aconteceu neste sábado, em Cuiabá

C/ Assessoria


 

academicos eleicao luciene

 A escritora e poeta Luciene Carvalho e demais membros da AML

A escritora e poeta Luciene Carvalho foi eleita, neste sábado (16), presidente da Academia Mato-grossense de Letras. A posse será em 30 de setembro e Luciene irá comandar a academia pelos próximos dois anos.

Ter sido eleita presidente é uma das maiores honrarias que eu vive na minha vida. Honraria feita de compromisso, de trabalho, de encantamento por esta instituição nobre, centenária, que guarda o conhecimento e, também, significa fomento a escrita, a literatura, a memória, ao saber”, disse a academica eleita.

A poeta, que ocupa a cadeira nº 31 da Academia Mato-grossense de Letras, é escritora de obras premiadas como Conta-gotas, Sumo da lascívia, Aquelarre ou o livro de Madalena, Porto, Cururu e Siriri do Rio Abaixo.  

Luciene também é formada em direção de teatro pela UFMT (Universidade do Estado de Mato Grosso) e recebeu estatura de mestra da cultura pela Secretaria Estadual de Cultura Esporte e Lazer de Mato Grosso.

 

Além dela, a chapa é composta pelo vice-presidente Flávio Ferreira, pela secretária Cristina Campos e pelo tesoureiro Agnaldo Rodrigues.

Na ocasião, também foram definidos os novos ocupantes das cadeiras 17, 23 e 30. Sendo:

17 - a escritora Divanize Carbonieri;

23 - o maestro Fabrício Carvalho;

30 - o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso, Allan Kardec.

luciene carvalho eleita

 

Conforme noticiado anteriormente pelo HNT, após os passos burocráticos, a poetisa dá início à sua trajetória, escrevendo as novas páginas da história da AML, sendo um dos primeiros capítulos a recepção dos membros recém-chegados na Casa.

"A Casa Barão pode, tem saberes, tem pessoas e estatura. Acredito que a Academia Mato-grossense de Letras seja o endereço exato e necessário para fazer essa interlocução nacional. É uma forma da gente participar dessa grande evolução intelecutal, trazendo nomes para conversarem conosco, participando de rodas de conversa de intelectuais e fazer pontes para o que é produzido pela Casa se faça conhecer no cenário nacional", disse a escritora.

AML 2023

 

 


Comente esta notícia