13 de Julho de 2024

CULTURA Sexta-feira, 01 de Dezembro de 2023, 07:58 - A | A

ENTRADA GRATUITA

Poeta lança seus livros 'Intempestiva' e 'Pau-rodado' no Cine Teatro Cuiabá

As duas obras reúnem os poemas escritos pela autora entre 2008 e 2022

Entretê Leia Agora

poeta gisele

 A escritora Giselle Vianna

A escritora Giselle Vianna lançará, nesta sexta-feira (01 de dezembro), a partir das 19 horas, seus livros “Intempestiva” (2023) e “Pau-rodado” (2016), ambos publicados pela Editora Patuá, após lançamento realizado em Paraty, durante a FLIP.

As duas obras reúnem os poemas escritos pela autora entre 2008 e 2022, tendo como tema principal as transformações da vida expressas nos próprios ciclos da natureza, que é uma marca estética da escritora.

Pau-rodado” é o resultado de um projeto literário iniciado em 2007 pela autora, quando se mudou de Campinas para Cuiabá para atuar como Auditora Fiscal do Trabalho e passou a incorporar aos seus textos o encantamento, a fauna, a flora e a cultura mato-grossenses. Assim, a obra une o imaginário local e as questões universais através de uma linguagem que mistura tradição e experimentação estética.

Ao longo do livro, que se desenrola em seis capítulos, o leitor encontrará um universo de personagens que encantaram a autora em sua estadia de 8 anos no estado. A biguatinga, o tuiuiú, a garça, o anu preto, o gavião-belo, o jacurutu, a arara e o martim-pescador estão presentes nos poemas ao lado da onça, do jacaré, do sinimbu, da cultura do siriri, da manga, do pequi, da bocaiúva e da farinha de mandioca. Há também a paisagem dos rios, do cerrado, da floresta amazônica, as queimadas e desmatamentos, mas também uma vida vigorosa que insiste sempre em nascer. "A vida é como picada que nasce em qualquer lugar", diz a música do compositor e mestre de cultura mato-grossense Guapo, que introduz a poesia de Giselle Vianna. Nas palavras de Vanderley Mendonça, que assina a orelha do livro, "Pau-rodado é a poesia com a força do corpo, a grandeza das florestas, distinta da selvageria da vida urbana”.

Já em “Intempestiva”, escrito após a mudança da autora para o estado de São Paulo, destaca-se o imprevisível, a surpreendente fertilidade de um mundo em perigo. Elaborado entre 2016 e 2022, num momento de reviravoltas, fervores e rompantes, o livro desenha um cenário de fulgores, faíscas, agressões, florações, nascimentos, rajadas de vento, bombas de gás lacrimogênio e estrelas cadentes.

Nesse novo livro, Giselle Vianna escreve sobre os movimentos repentinos que transformam nosso mundo e, por outro lado, revela também os processos silenciosos da gestação de novos horizontes. São segredos guardados em sementes dormentes, sentimentos que atravessam oceanos sob a linha d’água, florestas que avançam sobre o desmate. Nos versos de “Intempestiva”, os leitores vão se deparar com uma fagulha de vida que se insinua sobre suas incertezas. Afinal, vivemos tempos austeros, mas também de insólitas luzes. Como sugere a autora: “algo/ relampeja/ no inverno de teus olhos”.

Giselle Vianna também é autora dos livros de poesia Interpeles (Komedi, 2008), Eclíptica: poemas venezianos (Benfazeja, 2019), do livro de poesia bilíngue Some Sea (Primata, 2023) e é organizadora do livro Tempo de Jabuticabas (Pontes, 2016), com textos da escritora mineira Maria José Carvalho Vianna, sua avó, além de participar de diversas antologias, saraus e coletivos de artistas.

O lançamento em Cuiabá da obra poética de Giselle Vianna marca o retorno da autora à cidade, após 8 anos, para compartilhar com a comunidade sua obra literária e também sua produção acadêmica, já que ambas têm o Mato Grosso como tema e inspiração.

No dia 4 de dezembro (segunda), na Faculdade de Direito da UFMT, a autora apresentará os resultados de sua pesquisa de doutorado defendida em 2019 na Unicamp, sobre as transformações do trabalho escravo contemporâneo em Mato Grosso na virada do século XX para o século XXI.

No dia 5 de dezembro (terça), participará como convidada e palestrante na comemoração de 16 anos da Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo (COETRAE-MT), colegiado que a autora integrou entre 2011 e 2014, quando exerceu a função de Coordenadora de Fiscalização Rural e Combate ao Trabalho Escravo da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Mato Grosso.

Giselle Vianna é um exemplo de pau-rodado que seguiu viagem carregando a viva memória de suas andanças. É o que diz o trecho de um dos poemas do livro, intitulado "Pantanal", que marcou sua despedida de Cuiabá e agora marca também seu breve retorno: "é preciso um sol mais quente que o nosso desejo/ que nos desperte antes/ que o sonho acabe/ é preciso seguir viagem/ com um Pantanal dentro do peito".

O evento é aberto ao público e contará com apresentação de musical de Guapo e sessão de autógrafos de Giselle Vianna.

Serviço
Lançamento dos livros de poesia Pau-rodado e Intempestiva, de Giselle Vianna
Local: Cine Teatro Cuiabá
Endereço: Av. Pres. Getúlio Vargas, 247 - Centro, Cuiabá-MT
01/dezembro
19:00 - 22:00
Entrada gratuita



Comente esta notícia