24 de Julho de 2024

CIDADES Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 10:22 - A | A

TEMPO

O cuiabano que se cuide! Frio deve continuar e temperatura pode chegar a 16º C

De acordo com a meteologia, com o fim do bloqueio atmosférico as frentes frias irão avançar do Sul para o Sudeste e Centro-Oeste do país

Por: Nathalia Okde

PREV TEMPO CBA

 

A semana começou gelada em boa parte de Mato Grosso, mas em meio a esse “bota casaco, tira casaco”, será que o frio continua?

Nesta segunda-feira (20) Cuiabá registra mínima de 19°C e em Chapada dos Guimarães de 16°C.

Primeira Página conversou com a meteorologista da Climatempo, Josélia Pegorim, que acabou com o mistério: pode separar o edredom e as receitas de sopa porque a temperatura vai cair no fim de semana e nestes últimos dias de maio.

De acordo com a meteologia, com o fim do bloqueio atmosférico as frentes frias irão avançar do Sul para o Sudeste e Centro-Oeste do país.

No final desta semana nós teremos uma frente fria forte. Ela vai conseguir até provocar alguma chuvinha na divisa de Mato Grosso com Rondônia nas áreas próximas da fronteira com a Bolívia. Mas na região de Rondonópolis e Cuiabá, por exemplo, o que nós vamos ter é um aumento da nebulosidade. Não tem expectativa de chuva, porém espera-se uma grande queda de temperatura”, destaca Josélia.

Conforme a Climatempo, quinta-feira (23) ainda será quente, mas na sexta-feira (24) o ar frio de origem polar chega ao estado de Mato Grosso, ao Centro-Sul e Oeste de Mato Grosso, o que irá provocar uma queda de temperatura acentuada.

No sábado (25) e no domingo (26), a mínima prevista é de 17°C para Cuiabá. Na segunda-feira (27) a temperatura promete cair mais ainda, para 16°C.

Durante o fim de semana, mesmo com a presença do sol, esse arzinho frio vai manter a temperatura amena, até com friozinho durante a noite e ao amanhecer”, ressalta.

Ainda segundo Josélia, muitas outras frentes frias ainda poderão passar pelo Centro-Oeste do Brasil durante o inverno.

No entanto, realmente não são todas que conseguem provocar uma queda de temperatura muito acentuada sobre o Mato Grosso”, conclui.



Comente esta notícia