21 de Julho de 2024

VARIEDADES Terça-feira, 13 de Junho de 2023, 13:59 - A | A

COMBATE AO FRIO

Primeira-dama distribui 250 cobertores à população em vulnerabilidade social

Ruan Cunha | Prefeitura de Cuiabá

marcia sopa

 

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, com apoio do Núcleo de Apoio à Primeira-dama, promoveu uma força-tarefa de combate ao frio a partir desta segunda-feira (12) em diversos pontos da capital, atendendo pessoas em situação de vulnerabilidade social.

A ação leva em consideração as previsões meteorológicas para esta semana, que mostram temperaturas abaixo dos 20°C. "Em cada frente fria, nossos voluntários já se prontificam, em conjunto com os profissionais da Prefeitura, para levar cobertores, alimentação e serviços sociais para amenizar a realidade das ruas dessas pessoas", explicou a primeira-dama Márcia Pinheiro.

Os trabalhos começaram a semana com 47 encaminhamentos aos abrigos institucionais, popularmente conhecidos como albergues, além de 450 refeições nos períodos do almoço e jantar.

A atuação da equipe de Abordagem Social é realizada diariamente nos principais pontos de aglomeração da população de rua, como o Beco do Candeeiro, a Praça do Porto, o Morro da Luz e a região da Rodoviária.

Somente no ano passado, foram encaminhadas 2.218 pessoas ao Centro Pop, que oferece acolhimento institucional a pessoas em situação de rua. Este ano, o número já ultrapassou 1,4 mil em trabalhos realizados constantemente nas ruas.

Durante as frentes frias, esse trabalho é intensificado com a participação voluntária da campanha Aquece Cuiabá, que já distribuiu mais de 70 mil cobertores desde 2017.

Nesta segunda-feira, foram distribuídos 250 cobertores da campanha Aquece Cuiabá, e quase 1 mil cobertores já foram destinados à população de rua este ano em duas previsões de frentes frias no mês passado.

"A campanha ajuda todos os anos famílias em vulnerabilidade social que não têm condições de adquirir agasalhos e cobertores. Além disso, também nos preocupamos com a população de rua, o que nos leva às ruas em todas as frentes frias", disse Márcia.



Comente esta notícia