13 de Julho de 2024

VARIEDADES Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022, 15:47 - A | A

ANOTE NA AGENDA

Barão de Melgaço sedia festival gastronômico neste final de semana

Evento será lançado nesta sexta e sábado, 12 e 13, na praça central, mas segue até dia 26 nos empreendimentos participantes

Assessoria de Imprensa Sebrae MT – Rita Comini

Pacu assado

 

Os mais diversos ingredientes regionais pantaneiros estão presentes de forma nos pratos criados especialmente para o Festival Gastronômico de Barão de Melgaço, cujo lançamento será nos dias 12 e 13/08, na praça central José Corrêa Ribeiro. O festival, que integra o Circuito Gastronômico do Pantanal, segue nos 17 empreendimentos participantes até o dia 26 de agosto.

Trata-se de uma ação do programa Pró-Pantanal, iniciativa formatada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em Mato Grosso e de Mato Grosso do Sul com vistas à retomada da economia por meio de ações de apoio às micro e pequenas empresas no território, iniciadas em 2021 e que se estendem até 2023.

A preparação dos empreendimentos para o Circuito inclui oficinas de boas práticas na cozinha, além de uma capacitação com o chef Marcelo Cotrim para a criação de pratos especiais para o evento utilizando e valorizando os ingredientes regionais.

Apaixonado pela gastronomia de Mato Grosso, ele é um dos grandes divulgadores da cozinha pantaneira, diz que tentou usar toda a gama de produtos da região, aliados a um pouco de ousadia e da disponibilidade das pessoas em aprender. Segundo ele, o nosso trabalho dele é divulgar a cultura regional e, principalmente, o poder que a cozinha tem de transformar as pessoas.

A consequência maior de um trabalho como esse é ver que é possível, que é interessante investir na qualificação e mostrar o tamanho do poder que a gente tem nas mãos, poder de transformação”, avalia, acrescentando que com essa transformação vai sendo criada uma demanda para que toda a cadeia de produção se desenvolva e se mantenha. “Com isso a gente vai estimulando os produtores, fazendo com que a nossa cultura não caia em desuso, que as novas gerações tenham acesso ao que foi e que continuará sendo tradicional, valorize a sua cultura e sinta orgulho do que nós temos aqui no nosso bioma”, constata.

O chef se diz muito feliz e orgulhoso de estar fazendo esse trabalho. “Não meço esforços para divulgar a nossa cozinha, especial agora a pantaneira. Para mim é de grande valia essa iniciativa do Sebrae e eu estou muito feliz, honrado por poder fazer parte e contribuir com um pouco do meu know-how e conhecimento para despertar a veia da criatividade desses empreendimentos, poder mostrar quão rico são os nossos ingredientes, nossos biomas e o quanto importante a gente saber valorizar e dar a devida importância para eles”.

Foram atendidos desde grandes estabelecimentos, pousadas na baia de Siá Mariana até pequenos estabelecimentos, barraquinhas e trailers na praça. Para Cotrim, essa é a magia desse trabalho, mostrar que os ingredientes podem utilizados de todas as formas, de todas as maneiras e serem enaltecidos.

E destaca a importância de uma pessoa que está lá no meio do Pantanal, afastada, entender que o furrundu não é apenas uma sobremesa a ser servida após uma refeição, mas que pode ser empregado em outras preparações.

Haverá edições do festival também em Santo Antônio do Leverger e Cáceres. 



Comente esta notícia