15 de Julho de 2024

SAUDE Sexta-feira, 02 de Setembro de 2022, 13:53 - A | A

SAIBA COMO EVITÁ-LOS

Vigilância Epidemiológica chama atenção para maior incidência de escorpiões nesta época do ano

Roberta Azambuja

escorpiao

 

Assim que começa o segundo semestre, a possibilidade de alguém encontrar escorpiões em casa cresce.

É que, por causa do clima quente, a presença desses animais aumenta, além de ser o período em que a reprodução desses artrópodes se intensifica e o acúmulo de veneno nas fêmeas se eleva, segundo a enfermeira do Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Andressa Ferro.

O calor proporciona a temperatura ideal para eles e, junto com a proliferação de insetos, que ocorre nesse momento, os quais lhes servem de alimento, forma o ambiente adequado para acolher a presença deles”, explica a profissional.

Telhas, fendas de parede, madeiras, entulhos, pedras, móveis – especialmente em desuso –, caixas de esgoto e de gordura, troncos e cascas de árvores são alguns locais em que o aracnídeo costuma se abrigar. Como esses predadores se nutrem de invetebrados, é importante manter o ambiente sempre limpo e realizar sua dedetização periódica. O uso de tampas em ralos e pias, protetores ou panos nas soleiras das portas, além da higienização de caixas de esgoto e de gordura e a utilização de tampas sobre elas também são bem-vindos.

Outras dicas são deixar colchas e cobertores suspensos para que o escorpião não suba por eles e, também, colocar telas milimétricas em janelas. E, ao se vestir, é bom inspecionar roupas e sapatos para ter certeza de que não há nenhum peçonhento alojado neles.

Caso se depare com um escorpião ou seja picada por ele, a pessoa deve manter a tranquilidade e procurar um médico de imediato. “Se sentir a pontada, a vítima não precisa se desesperar. Apesar do ferrão causar muita dor e deixa a área inchada, é importante ter calma. A pessoa deve se dirigir à UPA ou a uma unidade de saúde mais próxima de onde esteja”, orienta Andressa.

Além desses cuidados, quem encontrar um escorpião no ambiente em que esteja, deve acionar a Unidade de Vigilância em Zoonoses pelo telefone 3411-5188 ou a própria Vigilância Epidemiológica da SMS, que atende pelo número 3410-0282.



Comente esta notícia