13 de Julho de 2024

SAUDE Sexta-feira, 02 de Fevereiro de 2024, 15:34 - A | A

SAÚDE E BEM-ESTAR

Especialista em longevidade ensina práticas para uma vida ativa depois dos 50

Segundo o profissional, não é necessário frequentar academias ou adquirir equipamentos específicos para colher os benefícios dos exercícios.

Safira Campos PNB

saude

 

Os exercícios físicos, quando praticados com regularidade, têm um papel incrível sobre o organismo humano. Eles liberam endorfinas, que atuam sobre o corpo como “hormônios da felicidade”, melhoram o humor e contribuem para combater problemas como o estresse, a depressão e a ansiedade. Depois dos 50 anos, são ainda mais indispensáveis.

É o que aponta Aurélio Alfieri, especialista em Educação Física e autor do best-seller “Manual Prático para ser Jovem por Mais Tempo – A Roda da Juventude”. Segundo Alfieri, não é necessário frequentar academias ou adquirir equipamentos específicos para colher os benefícios dos exercícios. “Há atividades simples, sem contraindicações, que podem ser realizadas por todos e não exigem muito tempo ou grandes investimentos. Um simples passeio pelo bairro ou uma sessão de alongamento em casa já podem fazer a diferença”, afirma.

Com especialização em Psicologia Corporal, Alfieri tem ministrado cursos e palestras no Brasil e no exterior desde 2016. Em seu canal no YouTube, com mais de 2 milhões de inscritos, o profissional compartilha uma variedade de vídeos com treinos adaptados para pessoas com mais de 50 anos e para aqueles que buscam exercícios de baixo impacto.

Alguns dos vídeos populares em seu canal incluem exercícios para recuperar músculos, caminhadas para acelerar o metabolismo e técnicas para aliviar dores como ciático e artrose. Além disso, Alfieri compartilha em seus vídeos a importância dos exercícios para melhorar a saúde mental, como alongamentos para reduzir a tensão muscular e práticas de respiração profunda para acalmar a mente.

“Com o humor em alta, os resultados dos exercícios para a saúde física são evidentes e já comprovados: melhor qualidade de sono, perda de peso, redução da pressão arterial, diminuição do diabetes, maior flexibilidade, mais equilíbrio, melhoria na condição cardiorrespiratória, fortalecimento do sistema imunológico, menor perda óssea, maior circulação sanguínea, entre muitos outros”, afirma.

 

 

 



Comente esta notícia