15 de Julho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 27 de Junho de 2022, 10:33 - A | A

TRETA NA CÂMARA

VÍDEO: Partido pede cassação de José Medeiros por quebra de decoro após confusão em audiência

Deputado mato-grossense "partiu para cima" de petista e interrompeu debates sobre a morte de Genivaldo Santos

Rafael Machado Repórter | Estadão Mato Grosso

Dep jose medeiros gde

 

A bancada do PSOL apresentou uma representação no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados para apuração de possível quebra de decoro do deputado federal José Medeiros (PL-MT) por, supostamente, tumultuar uma audiência pública da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, realizada na semana passada, para tratar da morte de Genivaldo Santos durante uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Sergipe.

Durante a audiência, Medeiros interrompeu a fala da deputada Talíria Petrone (PSol-RJ) quando ela começou a mencionar os assassinatos de Bruno Pereira e Dom Phillips, no Vale do Javari (AM).

Medeiros interrompeu o discurso da parlamentar para dizer que ela estava fugindo do tema, já que o debate era sobre o caso Genivaldo. Talíria pediu para que o deputado respeitasse a sua fala e comentou que ele estava tumultuando a audiência.

A postura do parlamentar também foi questionada por outros deputados, principalmente por Paulo Teixeira (PT-SP), que pediu para que ele “ficasse quieto”. José Medeiros levantou e “parte pra cima” do petista. O clima ficou tenso no plenário e seguranças tiveram que intervir na discussão.

Medeiros chegou a pedir para fazer uma pergunta, o que foi negado pelo presidente da comissão, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP). Uma nova discussão e troca de acusações teve início na sessão e os microfones dos parlamentares foram cortados.

Deputado José Medeiros, quem conduz a Mesa sou eu, sou presidente da Comissão e não pedi sua assessoria. O senhor vai ter direito de falar quando eu lhe oferecer a palavra. O senhor tem que respeitar o regimento. O senhor está exagerando, o senhor está se excedendo, está ferindo o regimento. O senhor está, inclusive, quebrando o decoro, ao não respeitar seus colegas”, alertou Orlando.

Em nota publicada no site oficial, o partido cita que quer a instauração de uma investigação no conselho, a declaração de quebra de decoro parlamentar contra Medeiros e a cassação de seu mandato.

Queremos que ele responda por essa atitude que não condiz com a postura de um homem eleito para um cargo público. Vamos reagir à altura da agressão que ele desferiu contra mim”, diz a deputada Talíria Petrone em trecho da publicação.

 VEJA A CONFUSÃO:

 

 


Comente esta notícia