24 de Julho de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 28 de Março de 2023, 10:44 - A | A

ATENTADO CONTRA MORO

Senador chama Lula de irresponsável por teorias conspiratórias

Redação | Estadão Mato Grosso

fagundes

 senador Wellington Fagundes (PL)

As falas do presidente Lula (PT) sobre uma suposta armação do senador Sérgio Moro (União Brasil) para simular um atentado contra si mesmo continuam a repercutir. Nesta segunda-feira, 27 de março, o senador Wellington Fagundes (PL) chamou o presidente de irresponsável por suas falas, feitas na semana passada.

“(...)realmente o presidente fez um ato, diríamos assim, até de irresponsabilidade, porque ele é o chefe da Nação, ele já foi eleito. [...]É o país perdendo as suas energias, um presidente da República, com toda a equipe, ao invés de estar trabalhando, cuidando da área social, da geração de emprego que o país precisa tanto, dos investimentos que o país precisa tanto, está se discutindo questão pessoal”, disse.

Na semana passada, a Polícia Federal deflagrou uma operação para prender criminosos que estariam planejando o sequestro e possível execução de Sérgio Moro. Sua família e outras autoridades também estariam entre os alvos.

Investigações apontam que o plano tinha sido elaborado por lideranças do PCC [Primeiro Comando da Capital], facção criminosa. Após a veiculação da informação, a gestão Lula assumiu duas posturas reprováveis: uma – divulgada nos canais do presidente – colocava a Polícia Federal como algo particular (“PF de Lula salva a vida de Moro”, dizia o post). Já a outra, pronunciada pelo próprio petista, desqualificava o trabalho das investigações feitas e atribuía ao senador a armação do plano. 



Comente esta notícia