21 de Julho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 06 de Fevereiro de 2023, 14:19 - A | A

OPORTUNIDADES À VISTA

Mauro revela que pretende lançar concurso público para a Secretaria de Fazenda

Certame deve buscar novo perfil de fiscal de tributos, que saiba usar a tecnologia para atividades de fiscalização

Felipe Leonel Repórter | Estadão Mato Grosso

Mauro Mendes

 O governador Mauro Mendes (União Brasil) 

O governador Mauro Mendes (União Brasil) afirmou que o Governo do Estado vai fazer um concurso para a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) para contratar fiscais com conhecimento em tecnologia da informação (TI). Porém, Mauro não disse quando o edital do novo concurso será divulgado, nem a quantidade de vagas ou valores de salários.

Nós estaremos publicando um concurso na Sefaz, onde nós buscamos contratar fiscais com mais conhecimento na área de TI, este é o novo perfil do fiscal. Um cara que vai estar sentado atrás de um computador, fazendo trilhas, cruzando dados, verificando informações, do que correndo atrás de caminhão na rua”, disse, em conversa com jornalistas na última semana.

Quando fez a afirmação, Mauro falava sobre as mudanças no serviço público, com o uso cada vez mais frequente das ferramentas de tecnologia, o que tornou algumas funções obsoletas devido à automatização dos processos. O governador citou como exemplo um concurso realizado no Departamento Estadual de Trânsito (Detran), para o qual o governo está resistente em fazer as nomeações.

Entretanto, alguns aprovados estão conseguindo o direito de serem nomeados por meio de decisões judiciais. “Estamos sofrendo com imposições feitas via Justiça, de nomeações de pessoas que, literalmente, não vão ter o que fazer dentro do Detran, porque o Detran, hoje, grande parte do serviço começa ser automático”, disse.

Mauro ainda disse que é necessário fazer uma análise profunda da demanda e da necessidade de concurso, pois a tecnologia que vem sendo implementada nos serviços públicos vai impactar as atividades. O risco, na avaliação do governador, é contratar pessoas que vão inchar a máquina sem a real necessidade, pois seus trabalhos foram automatizados.



Comente esta notícia

Pedro 06/02/2023

Pois é. O sr. Governador Está como piolho. Indo pela cabeça dos outros. Alguns FTEs biônicos que chegaram ao cargo pela janela estão fazendo a cabeça dele e do secretário. Eles têm medo voltar a trabalhar nos postos fiscais. Se acham os bam bam bans do cruzamento de dados. Quero ver pegar caminhão com mercadoria sem nota fiscal cruzando dados.

1 comentários

1 de 1