13 de Julho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 15 de Agosto de 2022, 11:56 - A | A

VAGA NA ALMT

Júlio Campos avalia que UB enfrentará dificuldade

Ex-governador avalia que será um momento de 'cotovelada' da legenda, que acredita que fará três nomes ao Legislativo estadual

DA REDAÇÃO HNT

julio jose de campos

 O candidato a deputado estadual, o ex-governador Júlio Campos (UB),

O candidato a deputado estadual, o ex-governador Júlio Campos (UB), afirmou, na manhã desta segunda-feira (15), que o pleito à Assembleia Legislativa vai ser de 'cotovelada' para todo lado.

Pelo menos esta é avaliação dele no que diz respeito ao União Brasil, sigla da qual ele faz parte e que não conseguiu fechar chapa com 25 nomes.

Das 25 vagas, o UB conseguiu preencher apenas 19.

Ainda de acordo com ele, apenas seis nomes são considerados "generais", por conta da densidade eleitoral, mas somente três com potencial para serem realmente eleitos.

"Vai ter uma cotovelada total entre os seis generais para promoção, né. Eu acredito que poderíamos até fazer um quarto, mas com muita dificuldade. Porque não conseguimos preencher o total de vagas. Eram 25, conseguimos só 19 candidatos e alguns até um certo ponto com pouca penetração eleitoral. Então, o normal é calcular que temos chances de eleger três com certeza. Nenhum partido passará mais que isso. Não há chapa nenhuma suficiente, no caso para federal. O normal é cada partido ter certeza de que vai fazer uma vaga e a segunda vaga, muito difícil", declarou o ex-governador, após reunião no Palácio Paiaguás.

Entre os 19 nomes postulantes ao cargo pelo União estão Dilmar Dal Bosco (disputa à reeleição), Eduardo Botelho (disputa à reeleição), Gilberto Figueiredo e Sebastião Rezende (o último disputa à reeleição). 



Comente esta notícia