15 de Julho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 25 de Agosto de 2022, 10:14 - A | A

PROPINODUTO DE SILVAL

Delator acusa Lúdio de ter recebido R$ 500 mil em campanha

Trecho de delação foi divulgada pelo deputado federal Neri Geller, que teve mandato cassado

DA REDAÇÃO - Midia News

ludio coelho

 o deputado estadual Lúdio Cabral (PT)

Trecho de uma delação premiada divulgada nesta quarta-feira (24) pelo deputado federal Neri Geller (PP) acusa o deputado estadual Lúdio Cabral (PT) de ter recebido R$ 500 mil nas eleições de 2014, quando disputou o Palácio Paiaguás.

 O depoimento foi dado pelo empresário Pierre François Amaral de Moraes à Delegacia Fazendária, em 2018.

 Segundo a delação, o dinheiro seria parte de propina obtida na gestão do ex-governador Silval Barbosa, condenado por diversos esquemas de corrupção.

 Naquela ocasião, Lúdio foi assessorado pelo ex-secretário de Fazenda Eder Moraes, que mantinha estreita ligação com Silval.

O deputado petista negou a propina. Por meio de nota, ele disse que sua campanha foi realizada com recursos devidamente declarados e teve a prestação de contas analisada e aprovada pela Justiça Eleitoral.

 “Lúdio não tem conhecimento dos supostos fatos narrados à imprensa e não responde a nenhum processo", disse a nota.



Comente esta notícia