19 de Julho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2024, 10:01 - A | A

VEJA NOTA OFICIAL

Botelho será o candidato à Prefeitura de Cuiabá pelo União Brasil

Alo Chapada

botelho gde2

 O presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho será o candidato a prefeito de Cuiabá pelo União Brasil

O presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho será o candidato a prefeito de Cuiabá pelo União Brasil. A decisão foi tomada após o feriado de Carnaval e intensas reuniões nesta quarta-feira de cinzas.

O governador Mauro Mendes, que responde pela presidência do partido em Mato Grosso, tentou postergar de todo jeito essa decisão. Prova disso é que o anuncio deveria ter ocorrido na semana passada, antes do Carnaval, mas ele conseguiu levar com a barriga e oficializou a sua escolha nesta quarta-feira (14).

Ele chegou a pedir mais prazo para o presidente da Assembleia Legislativa. A intenção do chefe do Executivo Estadual era deixar essa definição para o mês de março, mas o parlamentar não aceitou e exigiu uma posição do governador.

Diante disso, a última tentativa de consenso ocorreu nesta manhã de quarta-feira de cinzas. O chefe do poder Executivo se reuniu no Palácio Paiaguás com Garcia e Botelho, mas nenhum dos dois quis abrir mão do projeto político em detrimento do outro.

Desta forma, Mendes teve que se posicionar e definiu pelo deputado estadual. Vale ressaltar que nenhuma outra liderança da sigla participou desse encontro da reunião, e como o governador já havia adiantado, a decisão foi tomada apenas por ele. 

divulgação

 

Esse imbróglio sobre a candidatura do partido para a Prefeitura de Cuiabá vinha se arrastando desde o ano passado. Mendes, sempre deixou claro a sua preferência por Garcia, mas não pôde cravá-lo como candidato antes devido a pressão das demais lideranças do União Brasil, que defendiam, com unhas e dentes, o nome de Botelho.

nota uniao brasil

 

Nesse tempo de indefinição ambos seguiram trabalhando na viabilização de seu nome. Garcia conseguiu bater uma meta interna e cresceu 10 pontos nas pesquisas de intenção de voto, no entanto, Botelho se manteve na liderança e conseguiu o aval de Mendes para o seu projeto político. 



Comente esta notícia