23 de Julho de 2024

PETS Terça-feira, 08 de Agosto de 2023, 15:46 - A | A

CALORÃO E SECURA

Campanha destaca cuidados para evitar danos à saúde dos animais

Gestão municipal pede, inclusive, que comerciantes disponibilizem vasilhas com água nas portas das empresas para que bichinhos de rua possam sanar a sede

DA REDAÇÃO - Hipernoticias

pet

 

A Secretaria Adjunta de Bem-Estar Animal de Cuiabá iniciou uma campanha para alertar e incentivar as pessoas a adotar cuidados na saúde de seus pets e animais que circulam nas ruas.

A iniciativa visa conscientizar de que os animais, assim como os seres humanos, também sofrem com o calor que afeta Cuiabá e o Estado nesta época do ano.

Lembrando que queimadas e fatores climáticos contribuem para que a situação piore. O oferecimento de água nas ruas é um dos pedidos feitos pelo órgão.

Precisamos ficar atentos aos problemas respiratórios, pois o clima torna-se muito seco. Além disso, a poeira tende a subir com maior facilidade, congestionando o nariz dos pets”, explicou a médica veterinária do Canil Municipal, Tatiana Soares. 

É importante observar o focinho dos animais, verificando se está umedecido. Para animais que já têm a tendência de produzir baixa quantidade de lágrima é indicado fazer uso dos umidificadores e colírios lubrificantes. Além disso os horários de passeio devem ser alterados, visando evitar queimaduras nos coxins (almofadinhas das patinhas dos cães) e desidratação.

As altas temperaturas podem, inclusive, levar os animais à desidratação. Com isso, o ideal é manter vários potes de água disponíveis para estimular os animais a consumir o máximo possível de água. Essa atitude é válida tanto nas residências como em frente aos comércios e ao longo das vias em que os animais circulam.

A maior preocupação são os animais que transitam nas ruas. Porque bebem água quando encontram e, muitas vezes, a qualidade é péssima, o que pode acarretar outros problemas aos animais. A sugestão é que as pessoas coloquem potes de água na frente de seus estabelecimentos comerciais e casas visando amenizar um pouco o sofrimento destes animais, que já são penalizados por estarem expostos a todos os tipos de desafios nas ruas”, pontuou a médica veterinária e secretária adjunta de Bem-Estar Animal, Andrea Janaina de Mello.

A gestora ainda orientou que a água disponibilizada aos animais deve estar sempre fresca, limpa e com qualidade própria para consumo. "Pedimos à população que colabore e propague estas informações para as pessoas  visando amenizar um pouco o sofrimento dos animais".

Vale ressaltar que a atenção e cuidados com os animais deve ser uma prática diária, independente do ambiente onde vivem. “Trata-se de um ato de amor, mas também de proteção e amparada pela legislação”, frisou Andrea Mello.



Comente esta notícia