19 de Julho de 2024

OPINIÃO Segunda-feira, 25 de Julho de 2022, 14:50 - A | A

"O futebol em Mato Grosso: história, legado e projeções"

Allan kardec

 Allan Kardec

O futebol vai além da paixão do torcedor, diversão esportiva para as pessoas e negócios. Ele tem significado sociocultural, mostra um mosaico das muitas relações sociais, esportivas, políticas, econômicas do brasileiro e dos mato-grossenses. É relato histórico e descreve a conduta, o comportamento e o desenvolvimento cultural, socioeconômico e tecnológico, como o papel do rádio e televisão, das nossas comunidades. É conhecimento estudado do nosso tempo para gerações e tem a ver com as transformações e processo civilizatório do moderno Mato Grosso. É a construção social coletiva.

Algumas dessas concepções, constatações e abordagens, aqui resumidas, fizeram eu me dedicar ao estudo do futebol do Estado no meu doutorado da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), defendido em 2019. Eu descrevi um panorama sobre as origens do futebol no mundo, no Brasil, no nosso Estado, a Copa do Mundo de 2014 realizada em Cuiabá, e as implicações do esporte com as estruturas e superestruturas sociais, econômicas e políticas envolvidas.

A tese foi transformada em livro pela editora Entrelinhas, liderada pela escritora e historiadora Maria Teresa Carracedo, com o título inédito "O futebol em Mato Grosso: história, legado e projeções", a ser lançado na quinta-feira, dia 28, às 19h, na sede da Academia Mato-grossense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso (IHGMT), na Casa Barão de Melgaço. O livro tem capa dura e é ricamente ilustrado.

Resultado de uma minuciosa investigação histórica e cultural, análise detalhada de documentos e entrevistas com dirigentes de clubes e instituições, jogadores, jornalistas da crônica esportiva, o livro tem amparo e fundamento em expoentes acadêmicos da sociologia do esporte, como meu orientador professor doutor Francisco Xavier Freire Rodrigues, entre outros pesquisadores. A minha tese central foi analisar a trajetória do futebol profissional em Mato Grosso, da sua organização e início de prática até aos dias de hoje na contemporaneidade, em relação ao crescimento econômico do Estado.

O livro está dividido em 4 capítulos. O primeiro sobre os "Primórdios do futebol em Mato Grosso: surgimento e amadorismo (décadas de 1900-1930)". O segundo capítulo também com recorte histórico aborda "O profissionalismo, a Era do Rádio, o Estádio Dutrinha (1940-1960)". Já o terceiro capítulo envolve o tema "Do auge à decadência: o futebol de Mato Grosso na Era do Verdão e da TV". Por fim, antes das considerações e conclusões, o livro traz o enfoque "Futebol nos anos 2000: da Copa do Mundo à contemporaneidade - modernização, clube-empresa e ressurgimento do futebol mato-grossense".

Essa construção do conhecimento sintetizado no livro eu entrego à sociedade, aos gestores públicos para embasar mais investimentos em políticas públicas do esporte, lazer e futebol. E também para a academia, a fim de servir como referência e incentivo para avanço em estudos de outros pesquisadores sobre o tema. E principalmente a todos os esportistas, jogadores, mídia especializada, dirigentes e patrocinadores que amam e se dedicam ao futebol profissional. Precisamos dessa parte da economia como empreendimento para ter valor social, gerar emprego e renda e formar crianças, jovens e cidadãos, que, muitas vezes têm no esporte um dos poucos meios para a mobilidadde social no Brasil e em Mato Grosso. 

PROFESSOR ALLAN KARDEC é doutor em Estudos de Cultura Contemporânea (UFMT) e deputado estadual



Comente esta notícia