20 de Julho de 2024

OPINIÃO Domingo, 29 de Janeiro de 2023, 15:33 - A | A

A petisqueira da Rua do Meio

Com o estilo de vida moderna as crianças perderam referências sensoriais da infância

Gabriel novis neves

 Gabriel Novis Neves 

Pertence às relíquias da minha infância. Ficava espremida no fundo da casa onde nasci na rua de Baixo e a aristocrática rua de Cima, da Cuiabá antiga.

 Essa região era conhecia como a dos bares, sorveterias, restaurantes, botecos, e essa solitária petisqueira que pertencia aos irmãos libaneses Herane.

 Um deles foi meu colega de turma no ensino médio do Colégio Estadual. 

Quando estudante tinha um horário que atendia os fregueses do seu bar-restaurante da rua do Meio.

Esse era um hábito de antigamente, em que os mais jovens estudavam e ajudavam nos negócios da família, ou em outros lugares, para aumentar a renda familiar. 

Mesmo sendo filho do dono do maior bar e sorveteria de Cuiabá, sentia uma atração especial pela petisqueira, e quando passava por lá parava na sua porta para observar seus fregueses e sentir o aroma que vinha da cozinha. 

Esse era um hábito de antigamente, em que os mais jovens estudavam e ajudavam nos negócios da família

Com o tempo e as distâncias determinadas pelo estudo superior, não acompanhei o fechamento desse comércio. 

Há muitos anos não percorro as ruas do centro histórico de Cuiabá e não faço a mínima ideia de como estão suas casas tombadas pelo patrimônio da União. 

Os estímulos sensoriais que recebemos desde nossos primeiros dias de vida extrauterina, irão nos acompanhar para sempre, e deixam as suas marcas, tanto as agradáveis quanto as não tão agradáveis assim. 

Com o estilo de vida moderna nossas crianças perderam essas referências sensoriais da infância. 

Os antigos rememoram esses estímulos encontrando cheiro em tudo do passado. 

Cheiro da chuva, da terra molhada, do vento uivante, da fumaça dos ônibus, da noite chegando. 

Saudade também é um estímulo sensorial muito presente na vida dos idosos. 

A Casa das Bicicletas, que ficava na rua Cândido Mariano entre a rua de Cima e a do Meio, era o local que alugava bicicleta para passear, e é um tipo de comércio que só existia na Cuiabá antiga. 

Cuiabá não foi apenas a cidade verde das palmeiras imperiais dos meus amores, mas a cidade das distâncias causadoras da saudade. 

No meu imaginário ainda irei encontrar A Petisqueira da rua do Meio. 

Gabriel Novis Neves é médico e ex-reitor da UFMT



Comente esta notícia