20 de Julho de 2024

JUDICIÁRIO Quinta-feira, 01 de Dezembro de 2022, 11:50 - A | A

CASO MINOSSO

Justiça arquiva mais um inquérito que investigava doações ilegais à campanha de Taques

Próprio Ministério Público requereu o arquivamento do inquérito por considerar que o resultado da investigação não foi capaz de reunir um lastro mínimo de elementos comprobatórios da materialidade delitiva

RAYNNA NICOLAS - Hipernoticias

pedro taques microf

 

O juiz Francisco Alexandre Ferreira Mendes Neto, da 51ª Zona Eleitoral, arquivou inquérito contra o ex-governador Pedro Taques (SD) até então investigado pelo suposto recebimento irregular de R$ 820 mil durante campanha ao governo do Estado, em 2014. Decisão circulou na edição do Diário Oficial do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) desta quarta-feira (30).

Narram os autos que o empresário Fernando Minosso teria doado a quantia de R$ 820 mil à campanha de Pedro Taques em troca de uma posição no staff do eventual futuro governo. O montante não foi declarado à Justiça Eleitoral. A suspeita de caixa dois foi levantada a partir de delação premiada do empresário Alan Malouf. 

Concluída a apuração dos fatos, a Polícia Federal consignou não ter encontrado dados que corroborassem às suspeitas levantadas a partir da delação. O Ministério Público ainda insistiu pela devolução dos autos à PF, para que Marcelo Benedito Maluf prestasse depoimento sobre os fatos investigados. 

Cumprida a diligência, o próprio Ministério Público requereu o arquivamento do inquérito por considerar que o resultado da investigação não foi capaz de reunir um lastro mínimo de elementos comprobatórios da materialidade delitiva. O juiz Alexandre Ferreira Mendes Neto atendeu ao pedido. 

""Nessa medida, dos fatos inicialmente narrados e não confirmados em razão de inexistência nos autos de elementos que justifiquem o oferecimento de denúncia, o arquivamento é a medida correta a se tomar, devendo restar consignado, contudo, que todo arquivamento por falta de provas não obsta a retomada das apurações caso estas surjam em momento tfuuro.



Comente esta notícia