15 de Julho de 2024

INFRAESTRUTURA E MEIO AMBIENTE Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2023, 11:03 - A | A

RISCOS DE DESLIZAMENTOS

Sinfra e PM vão fiscalizar proibição do tráfego de veículos pesados na estrada para Chapada

Em conversa com o HNT, o prefeito do município Osmar Froner explicou que. apesar da criticidade, medidas para evitar possíveis tragédias já estão sendo tomadas

AMANDA GARCIA - HNT

portao aerea

 

As fiscalizações em torno da proibição do tráfego de veículos de carga na MT-251, estrada que dá acesso ao município de Chapada dos Guimarães (67 km de Cuiabá), ficarão a cargo de equipes da Secretária de Infraestrutura do Estado (Sinfra) e da guarda da Polícia Militar que fica no controle da rodovia. A informação é do prefeito do munícipio, Osmar Froner (UB).

Em conversa com a reportagem, o gestor falou sobre a portaria da Sinfra, publicada no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (14), proibindo o tráfego de veículos pesados na rodovia, por tempo indeterminado. A medida ocorre em virtude dos recentes deslizamentos de terra registrados no Portão do Inferno. Ao todo, foram dois casos em menos de 24 horas.

Ao HNT, o prefeito ainda explicou que medidas para evitar possíveis tragédias já estão sendo tomadas, no entanto, as ações ainda dependem da autorização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), entidade federal responsável pela administração do Parque Nacional.

A fiscalização será feita pela Sinfra e a guarda da Polícia Militar que fica no controle da MT-251. O governo já havia feito um requerimento para tratar dessa questão dos possíveis deslizamentos e nós estamos esperando que haja celeridade do ICMBio de autorizar as obras que o Estado está se propondo a fazer no Portão do Inferno, como a ancoragem, fazer telas de proteção, a exemplo de vários outros lugares do Brasil que também sofrem com esse mesmo risco, tudo isso no intuito de evitar que aconteça um acidente mais grave ou uma tragédia”, disse.

Conforme o gestor, a preocupação de buscar uma alternativa para o trecho sempre existiu, inclusive, o próprio monitoramento. Na ocasião, ele ainda lembrou que, como houve um ‘período de estabilidade’ nos casos de deslizamento, a Sinfra conseguiu ter tempo para buscar alternativas de maneira mais eficaz e com um pedido mais detalhado, assim submetendo ao ICMBio a necessidade de fazer pequenas interferências de obras.

A cobrança de celeridade acontece para que a Sinfra faça o que tem que ser feito para garantir o tráfego da via, o direito de ir e vir, a redução de risco e de um possível desastre, já que essa situação que coloca a vida das pessoas que passam por aquele trecho sobre uma possível tragédia, mas ainda estamos aguardando”.

VIAS ALTERNATIVAS

À reportagem, o prefeito ainda destacou que, apesar da medida, os condutores poderão acessar Chapada pela BR-364, pelo munícipio de Campo Verde, além de outras alternativas pelo norte do Distrito de Água Fria, através da MT-351. Conforme o Froner, embora tenha um pequeno trecho de terra na região da rodovia estadual, a estrada se encontra trafegável.

O QUE PREVÊ O DECRETO

A portaria 099 proíbe o tráfego de todos os veículos de cargas por tempo indeterminado. Todas as autorizações especiais de tráfego emitidas pela Sinfra para o local estão canceladas.

De acordo com o prefeito, fica liberado somente o tráfego de ônibus, de todos os tipos, e vans das empresas do Sistema de Transporte Coletivo Rodoviário Intermunicipal.



Comente esta notícia