20 de Julho de 2024

INFRAESTRUTURA E MEIO AMBIENTE Quinta-feira, 22 de Junho de 2023, 15:41 - A | A

Prefeito chamou polícia para tentar impedir início das obras do BRT em Cuiabá

O secretário de Infraestrutura do Estado, Marcelo Padeiro, afirma que isso atrasou o início das obras em Cuiabá

Kamila Arruda /Jardel P. A

Marcelo Oliveira

 O secretário de Infraestrutura de Mato Grosso, Marcelo Padeiro

O secretário de Infraestrutura de Mato Grosso, Marcelo Padeiro, afirma que as obras de implantação do Ônibus de Transporte Rápido (BRT) atrasaram na Capital por culpa do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que tentou impedir que a equipe do Governo do Estado começasse os serviços na Capital.

Segundo ele, até polícia foi acionada para tirar os funcionários da empresa vencedora do processo licitatório da avenida XV de Novembro. “Quando nós começamos, tivemos que parar porque tivemos policiamento atrás dos funcionários da empresa. [...] A Ordem Pública pediu para paralisar na 15 de Novembro”, revelou.

Padeiro afirma que isso atrasou o início das obras em Cuiabá. “Agora, já temos autorização do Tribunal de Contas, o conselheiro Sergio Ricardo determinou o início dos serviços em Cuiabá”, completou.

Somente após essa manifestação do Tribunal de Contas foi possível dar início aos levantamentos e à construção dos projetos necessários para instalar o novo modal.

Agora, com a determinação do conselheiro Sergio Ricardo, todos os serviços já começaram, mas tem um tempo de maturação. Temos que apresentar os projetos, os projetos têm que ser analisados, aprovados, aceitos pela Sinfra. Como é um RDCI, a responsabilidade pela elaboração e execução é da empresa vencedora do processo licitatório, mas as obras já estão acontecendo”, finalizou.

Vale lembrar que Pinheiro defende a continuidade das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), e tentou a todo custo impedir a troca do modal para o BRT. Com isso, acumulou muitas derrotas judiciais.



Comente esta notícia