13 de Julho de 2024

INFRAESTRUTURA E MEIO AMBIENTE Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2022, 11:14 - A | A

COMBATE À COVID

Cinco hospitais de Cuiabá estão com leitos de UTI lotadas, diz Secretaria de Saúde

G1-MT

ambulancia

 

Cinco hospitais de Cuiabá estão com as Unidades de Terapia Intensiva (UTI), pactuadas com o estado, lotadas nesta quarta-feira (12), de acordo com a Secretaria de Saúde (SMS). Pacientes da capital e cidades do interior de Mato Grosso ocupam os leitos.

Com o aumento de casos de Covid-19 e de Influenza em todo o Brasil, os hospitais da capital também foram afetados. De acordo com a secretaria, há uma lotação nesta quarta-feira (12), mas a situação muda diariamente.

 

Os hospitais que estão sem leitos disponíveis são: Hospital Geral, Hospital do Câncer, Hospital Santa Helena, Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM), Hospital Municipal de Cuiabá (HMC).

 O Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM) informou por meio de nota que todos os leitos estão ocupados, conforme consta em boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES). No entanto, há confirmado com diagnóstico de Covid-19 apenas um paciente que se encontra em enfermaria.

A Secretaria municipal disse que esses pacientes estão internados por qualquer especialidade, inclusive traumas.

Confira quais UTIs estão ocupadas nos hospitais:
Hospital Geral:

10 leitos UTI geral
10 leitos UTI coronária

Hospital de câncer:

10 leitos UTI especialidade
8 leitos UTI pediatria

Hospital Santa Helena:

10 leitos UTI geral
18 leitos UTI Neonatal

Hospital Universitário Júlio Müller:

08 leitos UTI geral
10 leitos UTI Neonatal

Hospital Municipal de Cuiabá:

40 leitos UTI geral
10 leitos UTI coronária
10 leitos UTI pediátrica

Surto de gripe
A Secretaria de Saúde de Cuiabá (SMS) registrou um aumento de pessoas na procura por atendimentos médicos nas últimas semanas. Segundo o município, 60% dos atendimentos são realizados em pessoas com sintomas gripais. A secretaria estima que o aumento está relacionado com a variante H3N2.

O município orienta as pessoas a buscarem atendimento o mais rápido possível ao perceberem o agravamento dos sintomas.

Medidas de restrições
Apesar do aumento considerável no número de casos confirmados, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), descartou decretar novas medidas de restrições. A Prefeitura de Cuiabá disse que vai reavaliar medida de imposição do uso de máscara em locais abertos e pediu a reabertura do Centro de Triagem na Arena Pantanal.



Comente esta notícia