15 de Julho de 2024

CULTURA Segunda-feira, 18 de Setembro de 2023, 08:27 - A | A

AJUIZADO EM 1940

Processo mais antigo da Justiça do Trabalho de MT é restaurado

Assessoria de Imprensa

Proc trabalho antigo

 

Após ficar guardado no arquivo por 82 anos, o processo mais antigo da Justiça do Trabalho em Mato Grosso ganhou páginas mais nítidas e preservadas ao passar pelo processo de restauração realizado pelo Laboratório de Restauração da Coordenadoria de Gestão Documental e Memória do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

O documento foi entregue pelo ministro Luiz Philippe Mello, presidente da Comissão de Documentação e Memória do TST, à coordenadora do Comitê de Documentação e Memória do TRT-23 (MT), desembargadora Eliney Veloso. Também participou da entrega do material o Coordenador de Gestão Documental e Memória do TST, Reginaldo Matos. A magistrada enalteceu o trabalho do laboratório de restauração e destacou a importância da restauração do documento histórico.

Este é o processo mais antigo guardado pelo TRT-23 e retratava a realidade à época. A preservação da memória é importante para reconhecermos a história e entendermos a evolução das instituições”, avaliou.

O documento passou por um procedimento longo, minucioso e delicado, envolvendo banhos com substâncias específicas e utilização de papéis especiais.

As folhas antes amareladas e gastas pelo tempo agora contam com mais nitidez a história do processo, ajuizado em 1940 por um português que trabalhava em uma empresa de construção civil de Cuiabá. Conhecido por chegar diversas vezes bêbado ao serviço e se envolver em uma briga com o engenheiro do empreendimento, foi dispensado por justa causa.

Ele procurou a Junta de Conciliação e Julgamento da cidade para tentar conseguir uma indenização e, sem imaginar, entrou para história do judiciário trabalhista mato-grossense.

O processo restaurado está guardado no Arquivo Geral do TRT-23 e será exposto futuramente no novo Memorial do Tribunal. Seu conteúdo, no entanto, pode ser conferido no Memorial Virtual.

Foi Assim

O processo mais antigo guardado nos arquivos do TRT-23 deu origem à primeira crônica do livro "Foi Assim... Vidas, olhares e personagens por trás dos processos trabalhistas em Mato Grosso". A obra foi publicada em homenagem aos 25 anos do TRT-23 e ganhou, em 2018, o Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça. 



Comente esta notícia