20 de Julho de 2024

CIDADES Domingo, 06 de Agosto de 2023, 08:23 - A | A

PRÉDIOS EM RUÍNAS

Organização prepara carta de responsabilização pelo centro histórico a novo prefeito de Cuiabá

Intenção é cobrar liberação de incentivos para recuperar estruturas centenárias que contam parte da construção da capital mato-grossense

CAMILA RIBEIRO - HNT

casa antiga em ruina

 

A organização civil “Amigos do Centro Histórico de Cuiabá” prepara uma carta de responsabilização que será entregue ao prefeito eleito em 2024. O objetivo é chamar atenção às construções centenárias cujas estruturas estão comprometidas por falta de reparos.

O coordenador do grupo, Antônio Ernani Pedroso Calháo, disse ao HNT que, embora haja a pactuação de tombamento pelo Instituto do Património Histórico e Artístico Nacional (Iphan), os prédios não são contemplados com os investimentos necessários. 

"O tombamento trouxe diversas exigências do que pode e do que não pode, porém, é necessária a implementação de políticas públicas que estabeleçam uma linha de cuidados e libere incentivos financeiros", cobrou Calháo. 

Reprodução/Arquivo pessoal

ernani

Ernani Calháo, coordenador do grupo “Amigos do Centro Histórico de Cuiabá”

Fazendo uma viagem no tempo, o coordenador, que também é membro do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso (IHG-MT), apontou que, nas décadas de 70 e 80, a capital mato-grossense recebeu uma quantidade significativa de migrantes e hoje a cidade é formada por 80% de pessoas oriundas de outras regiões do país.

A numerosa população de habitantes nascidos em outros locais foi apagando parte das tradições e, por consequência, reduzindo o espaço da cultura cuiabana. De acordo com Calháo, esse fenômeno social impacta diretamente no sentimento de "pertencimento" dos indivíduos e sua importância à valorização de "pedaços do passado", como as contruções mais antigas. 

"As pessoas acabam não tendo uma ligação afetiva com as construções pois não foi a igreja que frequentaram, a escola onde passaram a infância e assim por diante. Os representates políticos na prefeitura e no governo, eleitos por essas pessoas, acabam refletindo essa realidade e não há a cobrança por ações efetivas nesse sentido", observou o coordenador. 

A carta é uma tentativa de quebrar esse ciclo. O documento será editado em parceria com a “Associação Cuiabana de Cultura – Muxirum Cuiabano” durante a 5ª Semana do Patrimônio Histórico de Cuiabá, realizada entre os dias 16 e 18 agosto. 

A programação que segue conta com mostra de filmes no Cine Teatro Cuiabá, lançamento da “Revista Patrimônio Histórico Cultural Cuiabano” e do documentário “Casarões Cuiabanos – Identidade, Amor e História”, produzido pela TV Assembleia, sob a direção do jornalista Anderson Sartori.



Comente esta notícia