15 de Julho de 2024

CIDADES Segunda-feira, 23 de Maio de 2022, 15:39 - A | A

MORTES NA BR-163

“É preciso ir atrás de quem está com as mãos suja de sangue"

Deputado estadual criticou o contrato feito entre o Governo Federal e a empresa Rota do Oeste

CÍNTIA BORGES E LISLAINE DOS ANJOS MIDIA NEWS

DEPPUTADOM  CATANI

 O deputado estadual Gilberto Cattani (PL)

O deputado estadual Gilberto Cattani (PL) responsabilizou, mesmo sem citar nomes, o governo Dilma Rousseff pelas mortes que ocorrem na BR-163, no Norte do Estado.

 Segundo ele, a concessão da rodovia para a empresa Rota do Oeste foi um “absurdo” e tem lesado os mato-grossenses.

 “Não é só vergonha, é uma dor nacional. Agora a gente precisa ir na raiz do problema, quem causou isso? Na mão de quem está todo esse sangue ou toda essa vergonha?”, questionou Cattani, se referindo a licitação realizada no governo petista.

 “É um absurdo o que fizeram com a BR-163, o contrato que foi feito. A entrega da rodovia para uma empresa sem nenhuma responsabilidade, em um contrato que fica impossibilitado de mexer nele...”, emendou.

A concessionária assumiu a rodovia em 2014, durante a gestão da petista. Apesar de haver cobrança de pedágio, a empresa não concluiu a duplicação da estrada, uma das cláusulas do contrato.

 Após pressão do governador Mauro Mendes (União Brasil), da bancada federal de Mato Grosso e outras autoridades, a Rota do Oeste ingressou com pedido de devolução amigável da rodovia. Ocorre que há entraves burocráticos e a devolução não é rápida. 

 Cattani apontou que os deputados estaduais têm tentado viabilizar a devolução da via, mas o caso é “complexo”.

 “Desde que cheguei nessa casa tenho falado muito sobre a 163 [...] Temos inúmeras manifestações de todos para resolver essa questão, e se ela fosse simples teria sido resolvido. É porque de fato, não é”, afirmou.



Comente esta notícia