20 de Julho de 2024

CIDADES Terça-feira, 15 de Agosto de 2023, 15:50 - A | A

REUNIÃO COM EMPRESÁRIOS

Construção de pista na Couto será por etapas a partir de setembro; obras do BRT na FEB encerram até 30 de outubro

Ponto polêmico da reunião tratou do uso de semáforos e não passarelas na FEB e mudanças no trajeto em Várzea Grande

Alline Marques - Jardel P. Arruda- Leiagora

al reuniao empresarios da feb

 

A audiência para apresentação do estudo de impacto de vizinhança referente às obras do BRT (corredor de ônibus), realizada na manhã desta terça-feira (15), na Assembleia Legislativa, frustrou as expectativas dos deputados, vereadores e até mesmo dos empresários de Várzea Grande.

Eles estão preocupados com a possibilidade de fechamento do comércio, principalmente, quando iniciar as obras na Avenida Couto Magalhães, uma das principais da cidade. Porém, algumas respostas foram dadas, como prazos para as obras, trajetos e mudanças que serão feitas para atender o novo modal. 

Apesar da ausência do secretário de Infraestrutura do Estado, Marcelo Oliveira, o secretário-adjunto de Obras Especiais, Isaac Nascimento Filho, acabou sanando algumas dúvidas. Ele  não levou o projeto, mas garantiu que tudo está disponível no site da Sinfra.

O gestor assegurou que a Avenida da FEB permanecerá com duas pistas, que tudo foi estudado e planejado, e que algumas mudanças foram feitas para atender a demanda do trabalhador que utiliza o transporte público, já que o projeto inicial do VLT visava apenas a Copa do Mundo e atenderia apenas quem faz o trajeto para o aeroporto Marechal Rondon. 

Um ponto polêmico acerca da informação de que a Avenida da FEB não terá passarelas, mas sim semáforos, o que gera o temor de criar ainda mais congestionamento. Isaac alega que se trata de um sistema de semáforos inteligentes e que não haverá mudanças do que já é atualmente.

Vamos utilizar um sistema inteligente, todo controlado por computador com aproximação do ônibus, num determinado local, vai parar, fechar sinaleiro, pedestre vai passar, tudo isso é programado e estudado. Os semáforos estarão onde já existem hoje, vai ter nos mesmo locais, não vai ter interferência do que é hoje”, afirmou.  

Datas das obras 

A previsão é de que as obras na Avenida da FEB, de drenagem e pavimento, sejam concluídas até 30 de outubro. Já na Avenida Couto Magalhães, as obras devem iniciar em 4 de setembro e a previsão é que sejam concluídas até 30 de novembro. 

Na Couto Magalhães, a obra deverá ocorrer por etapas a cada 200 metros.

A pista do BRT ficará à direita, e a diferença é que será com concreto para evitar danos à pavimentação. Isaac não confirmou a necessidade de fechamento dos comércios durante a execução das obras, mas ponderou que a ideia é amenizar os impactos. 

Mudança no trajeto

Para atender uma demanda de cerca de 300 mil pessoas, de acordo com Isaac, a prefeitura solicitou que o BRT passe pela região central da cidade e vá até o terminal André Maggi, que é onde tem um grande fluxo de passageiros. Sendo assim, além de passar pela Couto Magalhães, o BRT irá virar na Travessa Maracaju para chegar à Filinto Muller, que passará a ser mão única, com sentido ao terminal e ao aeroporto.

Para o secretário, na Filinto Muller, o impacto deverá ser menor por se tratar de pista dupla, facilitando portanto a obra de construção do corredor de ônibus que chegará até o terminal e voltará pela FEB.



Comente esta notícia