19 de Julho de 2024

AGROECONOMIA Sexta-feira, 03 de Maio de 2024, 15:42 - A | A

CONCURSO NACIONAL

Governo federal adia Enem dos Concursos em todo o país

Decisão de cancelar aplicação das provas foi tomada devido às fortes chuvas registradas no Rio Grande do Sul

R7

image
alunos fazendo provas

 

O governo federal confirmou nesta sexta-feira (3) que vai adiar a aplicação das provas do Concurso Nacional Público Unificado, que estava marcado para este domingo (5).

A decisão foi tomada devido às chuvas e enchentes que atingem o Rio Grande do Sul desde o início desta semana.

Ao menos 37 pessoas morreram, 74 estão desaparecidas e outras 23 mil estão desabrigadas no estado. A nova data de aplicação das provas do concurso ainda não foi definida.

Em razão da calamidade pública no Rio Grande do Sul, o Concurso Público Nacional Unificado será adiado em todo o país. A nova data será anunciada assim que houver condições climáticas e logísticas de aplicação da prova em todo o território nacional”, disse o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos em nota.

Segundo boletim disponibilizado pela Defesa Civil do Rio Grande do Sul às 12h desta sexta, 235 municípios já foram afetados pelas chuvas, impactando quase 352 mil pessoas.

As mortes pelas chuvas foram registradas em Canela (2), Candelária (1), Caxias do Sul (1), Bento Gonçalves (1), Boa Vista do Sul (2), Paverama (2), Pantano Grande (1), Putinga (1), Gramado (4), Itaara (1), Encantado (1), Salvador do Sul (2), Serafina Corrêa (2), Segredo (1), Santa Maria (2), Santa Cruz do Sul (4), São João do Polêsine (1), Silveira Martins (1) e Vera Cruz (1), Taquara (1), São Vendelino (1) e Três Coroas (3).

O Ministério da Defesa empregou já 626 militares, 45 viaturas, 12 embarcações e 5 aeronaves para ajudar as vítimas das enchentes.

Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), há previsão de mais chuva no Rio Grande do Sul para os próximos dias.

A prova

O “Enem dos Concursos”, como é chamado, seria aplicado em 228 municípios e recebeu 2,14 milhões de inscrições. A prova estava prevista para ser aplicada em 3.665 locais de todos os estados do país. São oferecidas 6.640 vagas para 21 órgãos da administração pública federal.

O exame seria realizado em dois períodos, de manhã e à tarde, com questões objetivas específicas e dissertativas, por área de atuação.



Comente esta notícia