20 de Julho de 2024

AGROECONOMIA Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022, 15:32 - A | A

REALIDADE CRUEL

Em Cuiabá, 22% da população vivem em situação de pobreza; diz pesquisa

Eram 190.276 pessoas nesta condição em 2020. Já no ano passado, número subiu para 208.165.

G1

mulher com sacolao

 

A quantidade de pessoas em situação de pobreza em Cuiabá , em 2021, chegou a 22% da população, de acordo com o Observatório das Metrópoles. Passou de 190.276, em 2020, para 208.165 no ano passado.

Segundo a pesquisa, mais de 3,8 milhões de brasileiros que moram nas metrópoles no país entraram em situação de pobreza no período. Isso representa 19,8 milhões de pessoas, sendo o maior valor da série histórica. Os fatores que contribuíram para o agravamento foram o cenário de recessão econômica e o aumento das desigualdades sociais.

Também em Cuiabá, o cenário da extrema pobreza, por outro lado, apresentou uma relativa melhora. Em 2020, foram 25.326 pessoas vivendo nesta condição. No ano passado, o número caiu para 22.952, o que representa uma queda de 2,4%, de acordo com o levantamento.

"Em valores de 2021, a linha de pobreza é de aproximadamente R$ 465 e a linha de extrema pobreza é de aproximadamente R$ 160. Ou seja, moradores de domicílios cuja renda per capita se encontra abaixo de tais valores serão classificados como pobres e/ou extremamente pobres", explica o documento.

Metodologia

Os dados utilizados pelo Observatório das Metrópoles referem-se à Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, do Instituto de Geografia e Estatística (IBGE), com base na renda domiciliar per capita total. O recorte utilizado se referiu às 22 principais áreas metropolitanas do país.

A pesquisa também é feita pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e a Rede de Observatórios da Dívida Social na América Latina (RedODSAL).

O que diz a prefeitura

Ao g1, a Secretaria Municipal de Assistência Social informou, em nota, que realiza ações de atendimento à população em situação de vulnerabilidade social e distribuiu cerca de 450 refeições diárias e entrega benefícios eventuais, como cestas básicas e kits de higiene.

Além disso, também são realizadas abordagens às pessoas em situação de rua por do projeto “Quero te Conhecer”. Segundo a pasta, está em implementação o programa Cuiabanco, que busca melhorar a renda e a geração de empregos à população ao disponibilizar uma linha de crédito ao pequeno empreendedor.

Os valores a serem liberados são de R$ 1,5 mil a R$ 25 mil. A prefeitura ainda vai subsidiar os juros e garantir orientação técnica e financeira para o empreendimento.



Comente esta notícia